Essa é uma daquelas notícias que enchem nossos corações de alegria e renovam nossa fé na humanidade!

Era domingo, 5 de janeiro de 2020 e  Valdécio Fonseca e sua esposa Cláudia de Barros curtiam o final de semana. O celular toca e do outro lado uma voz feminina pergunta: esse celular ainda é do Projeto social que teve os instrumentos roubados? Na hora o casal pensou que fosse brincadeira, mas à medida que Adriana Martins ia contando sua história, perceberam que algo maravilhoso estava acontecendo!

Adriana e seu esposo Welligton Pereira estavam com o saxofone barítono que foi furtado do Projeto Musica e Cidadania em novembro de 2015!

Welligton e sua família moravam na Bahia e seus pais e irmãos aqui em Brasília. Em 2017 seu irmão comprou o saxofone para presenteá-lo, mas como eles estavam sem dinheiro para vir à Brasília ficaram esperando uma oportunidade. Infelizmente seu irmão faleceu. Welligton e sua família vieram para o velório e seu pai lhe entregou o saxofone. Eles voltaram para a Bahia e o saxofone ficou guardado até que em dezembro, ele resolveu vender o saxofone barítono e comprar um tenor, que era o que ele queria tocar. Eles não tinham ideia do valor do instrumento e sua esposa resolveu fazer uma pesquisa na internet e além de colocar o modelo do saxofone resolveu colocar o número de série. O resultado da pesquisa os surpreendeu! Lá estava a matéria contando sobre o furto com fotos de todos os instrumentos, números de série e o contato!

Pessoas de boa índole, coração puro e de muita fé, Welligton e Adriana não pensaram duas vezes: ligaram para o celular de contato, contaram toda a história!

Hoje eles moram no Tocantins e vieram ontem, 30 de janeiro à Brasília para entregar o saxofone barítono ao Fundador do Projeto Música e Cidadania maestro Valdécio Fonseca.

Nossa gratidão eterna a esse maravilhoso casal pela sua honestidade e por renovar nossa fé na humanidade!